domingo, abril 08, 2007

Desenvolvimento ágil com XP

Extreme programming (XP) é uma metodologia de desenvolvimento de software que difere principalmente dos métodos tradicionais por visar a adaptabilidade do sistema, em vez de previsibilidade normalmente utilizada. Defensores de XP afirmam que a capacidade de um software se adaptar a novos requisitos durante o desenvolvimento promove uma melhoria no processo, ao contrário das metodologias não ágeis, que defendem a inserção de todos os requisitos na fase de concepção do projeto. De acordo com XP, prever requisitos antes mesmo de existirem é , na verdade, um fator gerador de perda de recursos, uma vez que estes próprios requisitos previstos podem ser alterados no decorrer do desenvolvimento.

A metodologia está baseada em alguns valores que definem métodos de interação e trabalho entre os membros da equipe e o cliente. São eles: a comunicação, a simplicidade (marca das metodologias ágeis), o feedback, a coragem (muitas vezes é necessário jogar fora muito trabalho para dar lugar a novos requisitos) e o respeito (último valor incorporado à essa lista, que visa gerenciar as relações humanas dentro do grupo).

As atividades básicas dentro da extreme programming são a de codificação, testes, o projeto - apesar de contrariar um pouco as premissas de desenvolvimento ágil, às vezes é necessário de acordo com a magnitude do projeto - e, por último, o ouvir, que é um fator imprescindível para o sucesso de um projeto de software.

Gradativamente, com um pouco de resistência até, a XP vem sendo incorporada à projetos de vários segmentos. Como qualquer outra metodologia, tem seus prós e contras que devem ser pesados durante a análise. Além disso, também vem sendo amadurecida e aperfeiçoada a fim de que seja uma opção para pequenos e grandes projetos.

2 comentários:

capitaococada disse...

acho a ideia do seu blog bem legal, estarei visitando sempre que possivel.
mas só uma dica... crie um layout bacana para o mesmo.
abração,
www.capitaococada.blogspot.com

Davie disse...

bem, bacana o xp. realmente os processos ágeis como o nome ja diz, serve para agilizar o processo de desenvolvimento sem ter que se dedicar exclusivamente a grandes quantidades de documentação.

uma coisa bem interessante que achei no xp é que na atividade de planejamento os clientes constroem "histórias" que descreve as funcionalidades que ele quer que o sistema contenha.

abraço e parabens por esse guia